Grupo do Maranhão fica em 3º lugar no voto popular da Restaura Natureza 2022


31 de outubro de 2022

A pequena cidade de Zé Doca, com 50,8 mil habitantes, no interior do Maranhão, foi destaque na 1ª edição da Restaura Natureza – Olimpíada de Restauração de Ecossistemas, da WWF-Brasil, realizado pela associação Quero na Escola

O grupo Bio+, do colégio La Salle, ficou em 3º lugar na categoria Voto Popular. “Foi muito legal dar visibilidade a um município pequeno como Zé Doca. Conseguimos isso porque organizamos mutirões para explicar aos outros alunos sobre o projeto, nos unimos às nossas famílias e tivemos bastante apoio da escola”, afirma Jhennifer Mayrys Pereira dos Santos, integrante do grupo. 

A sala de informática funcionou, alguns dias, como uma área de votação: os alunos que estavam com dificuldade de votar iam até lá para escolher e indicar na plataforma os dois projetos preferidos. “Além disso, eles fizeram campanhas no Instagram”, conta o professor responsável pelo grupo, Leonardo Diniz. “A gente se esforçou e conseguiu vencer. Ficamos muito alegres, até saímos para comemorar em uma pizzaria”, diz a integrante Adriane Abreu de Oliveira.

Venceram na categoria Voto Popular os cinco grupos mais fortes em engajamento e mobilização, que conseguiram convencer mais gente a votar. Os 208 projetos relacionados à restauração de ecossistemas que foram submetidos à votação popular na 1ª edição da Restaura Natureza foram realizados pelos grupos de 127 escolas inscritos na segunda fase da olimpíada.

Por descobrir a Restaura Natureza perto do prazo final das inscrições, o professor Diniz preparou uma lista com os alunos com os quais tinha mais proximidade e fez o convite para participar da olimpíada. Adriane Abreu de Oliveira, Carlos Eduardo Raposo Rodrigues, Pedro Victor Pereira Sousa, Jhennifer Mayrys Pereira dos Santo e Kethelen Beatriz de Araújo Campelo aceitaram o convite. “Pensei naqueles que abraçariam a causa. Também levei em consideração se eram pessoas comunicativas”, diz o professor. 

Na primeira fase da olimpíada, individual e online, os estudantes do grupo Bio+ começaram a responder os quizzes sozinhos. “Não achei tão difícil, mas na primeira vez não fui muito bem e resolvi refazer. Eu pesquisava e compartilhava o que eu aprendia com os outros alunos”, diz Kethelen. O professor incentivou os estudantes a refazerem o quiz para buscar melhorar a pontuação. 

Na segunda fase, o grupo ficou em dúvida entre três projetos, mas resolveu desenvolver um herbário. Conheceram as diversas espécies do bioma Amazônia e saíram a campo para fazer a coleta de folhas. Jhennifer convocou a família toda para ajudar: “minha mãe coletou algumas plantas quando estava indo para o trabalho e minhas irmãs me ajudaram na pesquisa, tirando fotos e buscando no Google”, conta. 

O grupo apresentou o herbário em um fórum de educação realizado no espaço da escola. “Pessoas de fora visitaram a escola e conheceram a biodiversidade da região, com explicações dos alunos”, diz o professor. 

Depois do projeto, Kethelen passou a notar mais as plantas. “A natureza é algo tão bacana, por que não via isso antes?”, indaga ela, que disse que quer participar da próxima edição da olimpíada. Ao escutar os estudantes falarem sobre o projeto, o professor Leonardo Diniz confessa ficar emocionado. “Eu como professor e biológo bato na tecla da importância de cuidar do meio ambiente com os alunos. Com essa experiência desafiadora, sinto que cresci profissionalmente. Foi gratificante”, afirma.

Alinhada à Década da ONU da Restauração de Ecossistemas (2021-2030), a Restaura Natureza 2022 teve a participação de estudantes do 7º ao 9º ano do Ensino Fundamental de escolas públicas e privadas de todo o Brasil. Na primeira fase, 100% digital, participaram 7.424 estudantes de 25 estados brasileiros e Distrito Federal. Inscreveram-se para a segunda fase 5.975 estudantes de todas as regiões brasileiras, acompanhados por 565 professores.

Saiba mais sobre o grupo Bio+:

3º lugar na categoria Voto Popular da 1ª Restaura Natureza

Colégio La Salle

Professsor responsável: Leonardo Diniz

Projeto: Um herbário para chamar de seu

Integrantes do Bio+

  • Adriane Abreu de Oliveira
  • Carlos Eduardo Raposo Rodrigues
  • Kethelen Beatriz de Araújo Campelo
  • Jhennifer Mayrys Pereira dos Santos
  • Pedro Victor Pereira Sousa

Utilizamos cookies e outras tecnologias para lhe oferecer uma experiência de navegação melhor, analisar o tráfego do site e personalizar o conteúdo, de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de Cookies. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.