Projetos

trilha urbana da Biodiversidade

Escola Estadual Professora Alice Madeira João Francisco
São Carlos - SP

Paula Rodrigues Fontes

  • Emanuelli Monique Strozze
  • Myrella Eduarda Martins
  • Vitoria Cypriano
  • lorrany laureano
  • Mirella Cristina Picolo

A trilha foi desenvolvida na cidade Santa Eudóxia (distrito de São Carlos-SP).

Os alunos pensaram em alguns pontos da cidade para serem evidenciados. Placas foram desenvolvidas e colocadas em cada local com os alunos. A situação de cada local foi observada.
Se estava abandonado, poluído, se haviam seres vivos, se havia perigo de erosão, assoreamento, mata ciliar preservada, etc. O som de cada ponto foi comparado.
Os da área urbana com os da área rural. Além disso, fizemos um teste com uma das alunas, para sentir na pele como seria a dificuldade de um deficiente visual andar em uma trilha de cachoeira com todas as dificuldades apresentadas (pedras soltas e galhos caídos).

O primeiro ponto é a “Fazenda Santa Eudóxia” que foi uma grande produtora de café no século XIX. Segundo o Diretor Lutécio, Dom Pedro II ficou hospedado nesse local.
Verificamos na entrada da Fazenda uma mina que segue um percurso em um córrego com dificuldade devida quantidade de entulho, galhos e partes com erosão.

O segundo ponto é o “O Rio Quilombo” que é um rio brasileiro do estado de São Paulo, pertencente à bacia do rio Grande

. O terceiro ponto é o “Museu de Pedra – Tinho Leopoldino” que contém muitos objetos que contam a história do distrito.

O quarto ponto é a “Cachoeira Itararé” que apresenta um acesso bem desafiador, mas muito gratificante pela sua beleza. Verificamos o o local poderia ser mais preservado. Muitos galhos caídos na trilha e no caminho que a água percorre, além de pedras soltas na trilha. Foi lá que fizemos o teste da aluna com os olhos vendados.

O quinto ponto é a “Escola Estadual Visconde da Cunha Bueno” que antigamente era a estação de trem da cidade. Segundo o Sr. José Rodrigues Fontes (guarda trem aposentado), essa estação era onde o trem fazia o retorno para a cidade de São Carlos.

O sexto ponto é a “Fazenda Figueira Branca” que é uma fazenda histórica e que apresenta uma Figueira centenária. Lá pudemos observar uma biodiversidade muito rica de animais e vegetais.

Utilizamos cookies e outras tecnologias para lhe oferecer uma experiência de navegação melhor, analisar o tráfego do site e personalizar o conteúdo, de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de Cookies. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.